Pandemia trava apostas desportivas no terceiro lugar do SC Braga
Sábado , Outubro 24 2020 Periodicidade Diária nº 2614
Principal / Desporto / Pandemia trava apostas desportivas no terceiro lugar do SC Braga

Pandemia trava apostas desportivas no terceiro lugar do SC Braga

Face ao surto da Covid-19 que atingiu Portugal e o mundo, a suspensão do Campeonato da I Liga põe em risco o negócio das apostas online de Futebol, numa altura em que as apostas do terceiro lugar no Campeonato do SC Braga poderiam ser bastante promissoras.

O SC Braga atravessou um dos melhores períodos na história do clube com Rúben Amorim no comando técnico. O treinador conquistou a Taça da Liga onde eliminou o Sporting nas meias finais e o FC Porto na derradeira final.

No Campeonato, Rúben Amorim arrecadou sete vitórias consecutivas, ultrapassando o recorde que pertencia a Jorge Jesus. Nestes triunfos, o destaque vai para a vitória frente ao Sporting. Na jornada seguinte, o SC Braga viria a empatar a duas bolas com o Gil Vicente, mas o técnico não baixou os braços e venceu o jogo seguinte frente ao SL Benfica, provando que “os grandes” também caem.

O rosto do sucesso dos Gverreiros do Minho colocou o SC Braga nas opções dos apostadores de futebol online, que colocava o clube com uma alta probabilidade de terminar o Campeonato na terceira posição da tabela classificativa.

Apesar da saída de Rúben Amorim para o comando técnico dos leões, Custódio, que assumiu o lugar de treinador dos arsenalistas, conseguiu uma excelente estreia ao derrotar o Portimonense por 3-1, o que mantinha a escolha dos apostadores desportivos em acreditar que o SC Braga poderia terminar a I Liga em terceiro lugar, já que mantinha uma vantagem de quatro pontos sobre o Sporting CP.

A Liga Portuguesa de Futebol está suspensa desde o dia 12 de março e a queda das apostas tem sido evidente e os apostadores desportivos encontram o www.portugalcasino.pt como uma alternativa.

O SC Braga já veio considerar que o Campeonato deveria ser terminado e disse ter seis propostas de calendário para que este chegue ao fim. De acordo com António Salvador, num cenário mais otimista, o Campeonato recomeçaria no primeiro fim de semana de maio e terminaria no dia 7 de junho. Como segunda opção, a competição reiniciaria no segundo fim de semana de maio, na terceira hipótese, nos dias 16 e 17 de maio, na quarta, nos dias 23 e 24, e no quinto, no último fim de semana do mês. As dez jornadas que ainda faltam iriam dividir-se em dois ciclos de cinco rondas, jogadas ao fim e meio da semana, intercaladas com uma semana de repouso.

O presidente do clube bracarense também propôs que a final da Taça de Portugal se jogasse uma semana após o fim do Campeonato. No entanto, defendeu também que antes de reiniciar-se o Campeonato, deveria haver um período mínimo de duas semanas para a preparação física dos jogadores.

Nas dez jornadas restantes, o SC Braga defronta o Santa Clara, Boavista, Famalicão, Vitória de Guimarães, Rio Ave, CD Aves, Paços de Ferreira, Belenenses, Tondela e o FC Porto.

Todos os dez jogos representam um grande interesse para os apostadores desportivos, a ultimar com os dragões que são líderes por apenas um ponto face ao SL Benfica e que daria luta aos Gverreiros do Minho pela vitória na conquista do Campeonato. Contudo, o SC Braga já demonstrou que pode derrubar “os grandes”.

Porém, os apostadores desportivos terão de esperar e ver que medidas serão tomadas, dependendo da forma como a pandemia da Covid-19 for controlada no país e no mundo.