Nós, Cidadãos! reuniu com a Federação de Associações de Pais de Braga
Quarta-feira , Agosto 5 2020 Periodicidade Diária nº 2534
Principal / Notícias / Nós, Cidadãos! reuniu com a Federação de Associações de Pais de Braga

Nós, Cidadãos! reuniu com a Federação de Associações de Pais de Braga

A candidatura do partido Nós, Cidadãos!, representada por Rui Santos, número dois da lista à Câmara Municipal de Braga, e Pedro Augusto Pinheiro, cabeça de lista candidato à Assembleia Municipal, reuniu na quinta-feira com elementos da direção da Federação de Associações de Pais de Braga (FAP), nomeadamente Manuel Ribeiro, presidente da Direção, Conceição Ferreira, Secretária da Assembleia Geral, e Jorge Guimarães, presidente da Assembleia Geral.

“Esta reunião teve o intuito de conhecermos os problemas que os pais de Braga têm com as escolas à responsabilidade da Câmara Municipal. A falta de recursos humanos não docentes é transversal às escolas de Braga, bem como a sua deficiente ou inexistente formação, dado incluírem muitas pessoas em situação precária, ao abrigo dos Contrato Emprego Inserção  e que a candidatura do Partido Nós, Cidadãos! rejeitará liminarmente caso seja eleita para a Câmara Municipal”, refere Rui Santos.

A CAF (Componente de Apoio à Família) é também origem de muitas reclamações e problemas para os pais, dependendo da escola, uma vez que existe uma diversidade de soluções e de responsabilidade pela CAF e de preços a suportar pelas famílias, bem como o problema de acompanhamento das crianças durante as refeições e restante período até às aulas, por falta de pessoal nas escolas.

“Também o conceito de escola a tempo inteiro, em vigor nas escolas básicas do concelho de Braga, é motivo de preocupação do partido, dado as possíveis consequências para as relações familiares e para a formação da personalidade da criança. A falta de cobertura do seguro escolar para as crianças que optem por deslocação de bicicleta, a falta de condições legais por parte dos transportes escolares disponibilizados pelos TUB, a falta de informação do programa Escola Segura, a sobrelotação das escolas e a questão da remoção do amianto, são também preocupações da FAP. Também os períodos de entrada e de saída das crianças das escolas têm sido revestidos de muita preocupação, dado a desordem que se verifica à sua porta”, esclarece ainda o número dois da lista à Câmara Municipal de Braga.

Como propostas para melhoria da ação da Câmara Municipal no âmbito da educação, entendemos que é importante o esclarecimento da responsabilidade da CAF no período da refeiçãoreforçar os recursos humanos para acompanhamento das crianças no período da refeição; discutir os assuntos pertinentes e preocupações escolares no Conselho Municipal de Educação; priorizar os investimentos e as despesas da Câmara Municipal nas escolas; a conclusão prioritária do Projeto Educativo Municipal e Carta Educativa, presentemente em desenvolvimento; e uma melhor coordenação com o delegado da DGESTE (Direcção Geral dos Estabelecimentos Escolares) no CME”, conclui Rui Santos.