Domingo, Abril 18, 2021
22.2 C
Braga
InícioRegiãoNasceu Confederação Empresarial da Região do Minho

Nasceu Confederação Empresarial da Região do Minho

CONFMINHO

Nasceu a Confederação Empresarial da Região do Minho, que agrega doze associações empresariais do Alto Minho, Cávado e Ave, representando quase 120 mil empresas.

A Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico e Basto (AEFAFE) e mais onze Associações assinaram, esta terça-feira, em Barcelos, um memorando de entendimento para a criação da Confederação Empresarial da Região do Minho (CONFMINHO), numa iniciativa presidida pelo ministro da Economia e apontada como um “exemplo” para o resto do país.

Numa intervenção por videoconferência, o ministro Pedro Siza Vieira sublinhou a importância acrescida que o “ganho de escala” e o “robustecimento” do movimento associativo ganham em tempos marcados pela “terrível crise económica causada pela pandemia de covid-19”.

A CONFMINHO agrega 12 associações empresariais do Alto Minho, Cávado e Ave, representativas de quase 120 mil empresas, com um volume de negócios de 31.316 milhões de euros e com um peso de 7,8 mil milhões de euros nas exportações.

No memorando de entendimento, lê-se ainda que a região Minho, no contexto do Norte, vale 28% do volume de negócios, 27,8 por cento do total de empresas e 37,9% das exportações.

O documento acrescenta que “o Minho é responsável por 72,5% do superavit da balança de pagamentos do Norte, com a contribuição de 3.277 milhões de euros”.

“Este movimento que agora se gera irá seguramente criar instituições mais robustas, mais representativas e por isso mais justificadoras de uma outra atenção por parte do Governo e de apoios para a dinamização da sua atividade”, referiu o ministro da Economia.

As 12 associações empresariais da CONFMINHO integram já a Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL) e o Conselho Empresarial do Ave e do Cávado (CEDRAC).

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS