Sábado, Agosto 13, 2022
16.7 C
Braga
InícioRegiãoBarcelosNasce em Barcelos o Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em...

Nasce em Barcelos o Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em Línguas Minoritárias

© Teatro de Balugas

Vai ser assinado no próximo domingo, 20 de fevereiro, pelas 16:00, no auditório da Junta de Freguesia de Balugães, em Barcelos, o protocolo entre a Comissão Nacional da UNESCO e a companhia Teatro de Balugas, para a criação do Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em Línguas Minoritárias. No dia seguinte comemora-se o Dia Internacional da Língua Materna, proclamado pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, com o objetivo de assinalar a importância de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o mundo.

Este Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em Línguas Minoritárias pretende desenvolver atividades artísticas e culturais tendo como ponto de partida a importância que o teatro, enquanto expressão oral, escrita e performativa, pode representar para a preservação e divulgação das línguas em extinção. Uma língua é um dos elementos mais significativos de uma cultura e um dos responsáveis pela continuação de uma identidade. Neste sentido, o Teatro é um meio privilegiado para a salvaguarda e continuidade destes legados fundamentais.

A primeira ação cultural do novo Clube UNESCO realiza-se em junho, com a primeira edição do LÍNGUA – Festival Internacional de Teatro em Línguas Minoritárias, que terá lugar em Barcelos, no Theatro Gil Vicente, de 10 a 12 de junho. Trata-se de um certame dedicado às línguas da terra, onde o teatro comunitário e amador identitário de uma região ou de uma língua ou dialeto tenha palco. O que perdemos quando morre uma língua? Esta é a pergunta que levou à criação deste festival: a importância do teatro como expressão de resiliência da mesma, porque quando morre uma língua, morre todo um legado outrora transmitido de geração em geração. Este Festival pretende não só ser uma mostra de Teatro, mas também um ponto de encontro multicultural para a discussão dos desafios e problemáticas que o teatro amador e comunitário apresenta neste contexto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS