Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023
7.8 C
Braga
InícioRegiãoCabeceiras de BastoMúsico de Cabeceiras de Basto é o novo Maestro da Banda e...

Músico de Cabeceiras de Basto é o novo Maestro da Banda e Orquestra da GNR

Hélder Gonçalves

Hélder Gonçalves, músico de Cabeceiras de Basto, é o novo maestro da Banda Sinfónica e da Orquestra de Câmara da GNR.

Depois das provas públicas realizadas e de concluído o curso de Oficiais da GNR, Hélder Gonçalves assume agora este desafio.

O músico foi 18 anos clarinetista na Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana. É artista internacional Buffet Crampon e D’Addario, diretor Artístico do Festival de Clarinetes de Sintra e, desde abril de 2014, diretor Artístico e Maestro na Banda da Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora.

Atualmente leciona as disciplinas de Clarinete e Orquestra no Conservatório de Música de Sintra e, paralelamente, assumiu recentemente o cargo de maestro oficial da Banda Sinfónica e da Orquestra de Câmara da Guarda Nacional Republicana.

Foi agraciado com um Voto de Louvor e Congratulação e Regozijo pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto em 2016.

Hélder António da Silva Gonçalves nasceu em 1980, em Refojos de Basto. Iniciou o seu percurso musical na Banda Cabeceirense quando tinha apenas 9 anos de idade, tendo ingressado, aos 14 anos, na Escola Profissional Artística do Vale do Ave (ARTAVE).

É licenciado em Clarinete pela Escola Superior de Música de Lisboa; licenciado em Direção de Orquestra pela Escola Superior de Música de Lisboa; Mestre em Artes Musicais – Performance pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa; Mestre em Ensino da Música – Variante Instrumento e Música de Conjunto, pela Escola Superior de Artes Aplicadas – ESART; e estudou particularmente Direção de Orquestra com o Maestro Jean-Sébastien Béreau.

Foi laureado em concursos a nível nacional e internacional, destacando-se o 1º lugar no concurso de Música de Câmara na OPEM em 1999 em Castelo Branco e o Prémio de Melhor Músico Interprete de Música Contemporânea no Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura.

Ao longo do seu percurso, foram várias as obras dedicadas a si da autoria dos compositores: Joaquim Gonçalves dos Santos, Hugo Ribeiro, Gonçalo Lourenço, Nuno Miguel Henriques, Paulo Cordeiro, Alexandre Almeida e Nelson Jesus.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS