Quarta-feira, Junho 19, 2024
20.6 C
Braga
AtualidadeObituárioMorreu José Pereira, figura de relevo na reabilitação do centro histórico de...

Morreu José Pereira, figura de relevo na reabilitação do centro histórico de Guimarães

Tinha 78 anos.

DR

A Câmara Municipal de Guimarães emitiu uma nota de pesar pelo falecimento de José Teixeira Pereira, uma das figuras de relevo na reabilitação do centro histórico vimaranense que venceu o Prémio Europa Nostra com o restauro da Casa da Rua Nova.

Nascido em pleno centro histórico de Guimarães há 78 anos, José Teixeira Pereira morreu na manhã deste sábado, no Hospital de Braga.

“José Teixeira Pereira herdou do seu pai um saber muito invulgar das técnicas tradicionais da construção do Centro Histórico de Guimarães, pelo que a sua carreira profissional está intimamente ligada ao processo da sua reabilitação. Grande parte das obras do Centro Histórico têm o seu saber, como é exemplo a que executou na Casa da Rua Nova, sob a direção de Fernando Távora. Entre 2006 e 2007, desempenhou um papel relevante na formação de técnicos e empresários, durante a realização do Programa de Assistência e Gestão Urbana Sustentável (PAGUS), uma iniciativa que visou a promoção, o aperfeiçoamento e a conservação sustentável dos centros históricos, através de intervenções integradas de requalificação do património edificado”, refere a Câmara de Guimarães.

José Teixeira Pereira desempenhava funções de Juiz da Irmandade de São Crispim e São Crispiniano, patronos dos sapateiros, curtidores, surradores e tamanqueiros, e fundada em 1315. O seu papel foi decisivo na reativação das festividades em honra destes dois mártires do cristianismo, cujo albergue acolhia pobres e era local de abrigo para os peregrinos que se dirigiam a Santiago de Compostela. A realização da Ceia de Natal, servida aos mais desfavorecidos todos os anos no albergue de S. Crispim, é disso exemplo, e pretende dar seguimento a uma tradição com mais de 700 anos.

Era ainda presidente do Grupo Recreativo 20 Arautos de D. Afonso Henriques, coletividade conhecida, entre outras atividades, pela organização da comemoração do aniversário da Restauração da Independência Nacional, e um dos fundadores e impulsionadores do encontro de antigo e atuais moradores do Centro Histórico de Guimarães. ⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠

O velório está a decorrer na Capela de S. Francisco. Às 09:00 de segunda-feira sairá para Igreja da Oliveira, onde, às 10:30, têm início a cerimónia fúnebre, após a qual será sepultado no Cemitério da Atouguia.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES