Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
14.4 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesMinistro da Cultura visita projetos culturais e artísticos em Guimarães

Ministro da Cultura visita projetos culturais e artísticos em Guimarães

© República Portuguesa

O ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, estará em Guimarães esta terça-feira, numa visita integrada no percurso dedicado à “Cultura que somos”, que tem como objetivo conhecer e dar voz às ações, aspirações e dinâmicas que constituem a realidade cultural portuguesa.

A iniciativa, que arrancou no dia 20 de setembro, no distrito de Lisboa, terá agora um conjunto de visitas aos concelhos de Guimarães, Braga, Barcelos e Famalicão, que constituem o Quadrilátero Urbano, e que têm uma forte presença de associações culturais e de equipamentos dedicados à Arte e à Cultura. Segundo um comunicado do Ministério da Cultura, para Pedro Adão e Silva, “é fundamental conhecer e dar a conhecer o que se faz na Cultura em Portugal. A função de um ministro da Cultura é, também, estar próximo e valorizar as dinâmicas culturais que existem no país, na sua diversidade, dando voz ao que se faz, muitas das vezes de forma pouco visível”.

Em Guimarães, Pedro Adão e Silva, que estará acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e pelo vereador da Cultura, Paulo Lopes Silva, visitará, às 16:45, o CAAA Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, e às 17:45, o projeto Bairro C, com a presença de alguns dos artistas do projeto.

O CAAA Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura é uma instituição cultural sem fins lucrativos, fundada em 2012, no advento da Capital Europeia da Cultura – CEC2012), que tem como missão apoiar e estimular a criação artística e a aplicação de novos métodos de produção, promovendo a interação entre as mais diversas áreas de manifestação artística – artes visuais, design, cinema, literatura, multimédia e artes do espetáculo – e arquitetura. Está previsto um encontro com a produtora de cinema Bando à Parte, do realizador e produtor vimaranense Rodrigo Areias, e com representantes da Revolve, Elephant Musik, Capivara Azul e coro comunitário Outra Voz.

O Bairro C é um projeto que pretende reinterpretar discursivamente uma estratégia de desenvolvimento da Cidade, assente na Cultura, Criatividade, Conhecimento e Ciência. Assenta geograficamente na zona de Couros, passando pela Caldeiroa e subindo até à Avenida Conde Margaride, à Casa da Memória e ao CIAJG. Usando a arte pública como ferramenta de ativação do percurso, alargando as oportunidades para artistas de diferentes áreas, o projeto Bairro C, mais do que um evento ou conjunto de eventos, pretende funcionar com um dinamizador de um Laboratório Social e experimentação de um modelo de desenvolvimento e de construção do futuro preconizado para Guimarães.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS