Quarta-feira, Agosto 10, 2022
20.3 C
Braga
InícioEducaçãoMestrado em Media Arts da Universidade do Minho com candidaturas abertas

Mestrado em Media Arts da Universidade do Minho com candidaturas abertas

© gnration

Depois de ter superado as expectativas no ano passado, o Mestrado em Media Arts da Universidade do Minho tem candidaturas a decorrer até 11 de julho.

Atenta ao contexto sociocultural e geográfico da região e do país, a Universidade do Minho lançou no último ano letivo um novo mestrado com o objetivo de reforçar a centralidade da instituição no plano cultural e criativo da cidade de Braga, a única no país e na Península Ibérica a integrar a rede de cidades criativas da UNESCO na área das Media Arts. A 2ª fase de candidaturas está a decorrer e encerra a 11 de julho. Já a 3ª fase decorrerá de 6 a 9 de setembro.

O Mestrado em Media Arts veio proporcionar uma formação avançada no cruzamento entre arte, comunicação e tecnologia digital, através de um plano de estudos de forte cariz laboratorial e de projeto. O curso procura um compromisso entre a teoria, a prática experimental e o pensamento crítico, numa interação constante entre o saber-refletir e o saber-fazer.

O Mestrado em Media Arts beneficia ainda de uma relação próxima com a atividade da Braga Media Arts e do gnration, espaço de criação, performance e exposição no domínio da música contemporânea e da relação entre arte e tecnologia. Ao longo do último ano, os alunos do mestrado participaram em diferentes workshops promovidos pela Braga Media Arts e travaram contacto com artistas presentes no programa do gnration. Esta ligação, protocolada entre a empresa municipal de cultura Teatro Circo de Braga EM SA, Universidade do Minho e Município de Braga, proporciona uma integração e interação de excelência, criando dinâmicas com a programação cultural e programa de residências artísticas destas entidades, atribuindo a este características únicas a nível nacional.

Em 2021, ano de estreia, o Mestrado em Media Arts preencheu todas as vagas disponíveis, superando as expectativas previstas pela direção do curso da Universidade do Minho. “Estes resultados são um sinal evidente da qualidade do plano de estudos e do carácter distintivo da proposta que apresentamos com este mestrado”, refere o diretor do curso, Daniel Brandão. Para o docente, este resultado “foi um enorme estímulo para nós, perspetivando-se numa excelente turma inaugural que desenvolveu projetos únicos na área, tirando partido da dinâmica desta parceria inovadora entre a Universidade do Minho, a Braga Media Arts e o gnration”.

Este ciclo de estudos destina-se essencialmente a licenciados, com ou sem experiência profissional e/ou artística, nas áreas das Artes Visuais, Artes Plásticas, Artes Performativas, Música, Multimédia, Audiovisual, Design e Ciências da Comunicação, bem como em outras áreas que pretendam aprofundar os seus conhecimentos. O Mestrado em Media Arts resulta de uma sólida articulação interdisciplinar e da colaboração entre o Departamento de Ciência da Comunicação do Instituto de Ciências Sociais, a Escola de Engenharia e a Escola de Arquitetura.

Como resultado do término do primeiro ano de estudos, a Universidade do Minho apresentou a exposição eMMA – Exposição do Mestrado em Media Arts da UMinho, com o intuito de dar a conhecer os trabalhos realizados pelos alunos. Patente na Galeria do Paço da Reitoria da Universidade do Minho, a exposição contou com oito projetos artísticos que derivavam entre instalações audiovisuais e interativas. “Um momento importante da jornada do curso, porque leva a produção dos alunos ao centro da cidade, servindo de estímulo para os seus percursos académicos e um motivo de orgulho para nós”, afirma Daniel Brandão.

As Media Arts resultam do cruzamento entre arte, ciência, inovação e tecnologia, e as suas distintas manifestações incluem a arte digital, arte sonora, realidade virtual e aumentada, arte web, videojogos, robótica, fotografia digital ou cinema.

Desde 2017 que a cidade de Braga é parte integrante da rede da UNESCO Creative Cities Network no domínio das Media Arts, uma rede que engloba 246 cidades espalhadas pelo mundo e que colocam a criatividade no centro do seu desenvolvimento social, cultural e económico. Esta rede faz com que a cidade de Braga esteja na linha da frente dos esforços da UNESCO para promover a inovação e a criatividade como fatores-chave de um desenvolvimento urbano mais sustentável e inclusivo.

O plano de ação em Braga é levado a cabo pela Braga Media Arts, que tem por objetivo, entre outros, promover a aprendizagem e experimentação no campo das Media Arts. Do plano de ação resultou já a criação do index, uma bienal internacional de Media Arts que teve a primeira edição este ano, e o projeto de serviço educativo Circuito, que estabelece múltiplas ligações entre Media Arts e a cidade de Braga, com atividades pensadas para escola, famílias, crianças, professores, séniores, comunidades, artistas, entre outros.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS