Segunda-feira, Junho 24, 2024
18.8 C
Braga
BragaMaestro de Braga vai ser júri de Concurso Mundial de Direção de...

Maestro de Braga vai ser júri de Concurso Mundial de Direção de Orquestra

© Filipe Cunha

É na próxima semana que Filipe Cunha, diretor titular da Orquestra Filarmónica de Braga, ruma à cidade de Lliria, perto de Valencia, em Espanha, para integrar o júri do 2.º CIDO – Concurso Internacional de Direção de Orquestra.

O evento, organizado pela Câmara Municipal de Llíria em colaboração com a Asociación Española de Diretores de Orquesta (AESDO), terá início a 18 de julho com quatro fases eliminatórias, que servirão para escolher a melhor batuta jovem do panorama internacional. Dos 120 candidatos de mais de 20 nacionalidades, foram selecionados 25 para a fase final.

O convite surge como resultado do “enorme reconhecimento que o trabalho do maestro Filipe Cunha tem tido no país vizinho e que o levam a ter inúmeros convites para dirigir orquestras e dar masterclasses de direção”.

A Orquestra Filarmónica de Braga surge, assim, associada, através do seu diretor musical, a este que é um dos mais importantes concursos de Direção de Orquestra do Mundo, colocando o nome da cidade no mais alto panorama musical internacional.

“É um grande orgulho ter sido escolhido e convidado para ser júri neste reconhecido concurso mundial, mas é uma grande responsabilidade ter de escolher entre os melhores. Tentarei dar o meu melhor e ser muito justo nas minhas avaliações”, referiu o maestro.

O maestro mostrou-se “muito feliz por levar o nome de Braga e de Portugal a este certame mundial remarcando e ainda a feliz coincidência de contribuir esta ligação entre duas cidades criativas da UNESCO, uma vez que Llíria é uma Cidade Criativa da UNESCO, na categoria de música e Braga é cidade creativa da UNESCO na categoria de media arts”.

Os 25 candidatos do concurso vão enfrentar obras de Schönberg, Beethoven, Haydn ou Tchaikovsky, entre outros.

O júri é presidido pelo veterano e ex-diretor da Orquestra de Valência, Manuel Galduf, que será acompanhado por Virginia Martínez, titular e diretora artística da Orquestra Sinfônica da Região de Múrcia, Filipe Cunha, maestro titular da Orquestra Filarmónica de Braga, Andrés Ascanio, diretor académico musical do El Sistema de Venezuela, e Cristóbal Soler, diretor artístico do concurso.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES