Sexta-feira, Agosto 12, 2022
17.8 C
Braga
InícioBragaJornadas na Universidade do Minho consolidam Braga como referência na informática

Jornadas na Universidade do Minho consolidam Braga como referência na informática

© UMinho

O Departamento de Informática da Universidade do Minho, em Braga, recebe até quinta-feira as XVIII JOIN – Jornadas de Informática, com palestras, workshops, torneios e uma feira de emprego com 16 empresas nacionais e internacionais. O evento tem entrada livre.

A próxima fase da internet, a segurança cibernética e o futuro dos videojogos são alguns temas dos debates previstos. A organização da iniciativa cabe aos núcleos de estudantes de Engenharia Informática (CeSIUM), Ciências da Computação (NECC) e Engenharia Física (NEFUM), à Escola de Engenharia e à Escola de Ciências da UMinho.

As empresas vão estar presentes nas sessões técnicas e em stands, podendo os alunos dialogar sobre áreas da sua preferência e conhecer aliciantes propostas de emprego e de colaboração, como conciliar o trabalho com estudos de licenciatura, mestrado ou doutoramento. Entre estágios de verão e profissionais, bolsas de investigação, freelancing em modo presencial e remoto, as opções são imensas. O evento é assim uma oportunidade para as empresas cativarem futuros recursos humanos qualificados e capazes de responder à evolução e inovação deste desafiante setor tecnológico.

Pleno emprego

“Felizmente, não temos alunos nesta área que cheguem para os pedidos que recebemos do mercado, regista-se uma situação de pleno emprego”, afirma o professor António Sousa, do Departamento de Informática da UMinho. “Isso deve-se à reputação dos nossos cursos construída nas últimas décadas, ao dinamismo do tecido industrial e ao reconhecimento da qualidade e versatilidade dos profissionais aqui formados”, frisa.

Diversos diplomados têm ainda protagonizado iniciativas empresariais próprias. “A sociedade está a ser sustentada nas tecnologias de informação, por isso a tendência é manter estes índices de procura e de dinâmica, mesmo face a um cenário económico mais desafiante”, nota António Sousa.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS