João Pires recandidata-se à União de Freguesias de S. Lázaro e S. João do Souto
Quarta-feira , Agosto 12 2020 Periodicidade Diária nº 2541
Principal / Freguesias / João Pires recandidata-se à União de Freguesias de S. Lázaro e S. João do Souto

João Pires recandidata-se à União de Freguesias de S. Lázaro e S. João do Souto

Com o objetivo de poder continuar a desenvolver um trabalho de qualidade em prol da população, João Pires recandidata-se à União de Freguesias de S. Lázaro e S. João do Souto pela coligação “Juntos por Braga”.

João Pires é natural de Lomar e reside em S. Lázaro desde os 8 anos. É casado, tem três filhos e quatro netos. Profissionalmente trabalhou como chefe da secretaria da Inspeção do Trabalho de Braga. Participou no início do movimento sindical, antigo sindicato da Função Pública e pertenceu aos corpos sociais da Conferência de S. Vicente de Paulo e da Associação de Pais do Colégio Paulo VI. A vontade de reforçar a sua participação cívica levou João Pires a desempenhar as funções de vogal e presidente da Junta de Freguesia de S. Lázaro e, durante os últimos quatro anos, a assumir a presidência da União de Freguesias de S. Lázaro e S. João do Souto. Como autarca de freguesia, e durante dois mandatos, foi eleito pela Assembleia Municipal como juiz social junto do Tribunal de Família e Menores de Braga.

“Sendo S. Lázaro e S. João do Souto freguesias pertencentes ao núcleo urbano central do concelho, a autarquia local tem tido um assumido papel dinamizador no que diz respeito às políticas sociais, de educação, culturais e desportivas. Contudo, a União de Freguesias demonstrou ser um agente importante nas propostas de requalificação de equipamentos. Destaque para a adaptação da antiga escola de S. Lázaro a jardim de infância, para a revitalização do Parque da Ponte e do rio Este; para a requalificação do Monte do Picoto; para a intervenção da Praça dos Arsenalistas e, referindo projetos que estão agora a sair do papel, destaque para a revitalização do parque infantil da Rua de Diu. Em todas estas obras, a autarquia local contribuiu de forma decisiva, zelando pelos interesses dos cidadãos”, salienta a coligação.

“A proximidade com a população foi reforçada e a ação social mereceu da equipa de João Pires uma especial atenção. Foi desenvolvido um trabalho em rede com as instituições da freguesia que permitiu apresentar respostas efetivas à população mais desfavorecida. No âmbito da educação, é importante referir o trabalho desenvolvido pela Componente de Apoio à Família dos alunos do ensino pré-escolar e o apoio de projetos extracurriculares que envolvessem docentes, alunos e pais. O foco sobre a população sénior foi igualmente apurado. Para além dos inúmeros momentos de lazer, a União de Freguesias, juntamente com S. Victor, foi pioneira na adesão ao projeto “Felizidade” que através de um processo de voluntariado objetiva apoiar seniores isolados”, ressalva, ainda.

Certa de que este é o caminho certo, a equipa de João Pires pretende manter-se muito próxima da população, apostando numa resposta rápida de atendimento e encontrando novos canais que encurtem as distâncias entre a população e a autarquia. “Foi o que aconteceu, por exemplo, com a aplicação informática “Juntar a Junta”. Com esta aplicação, os cidadãos podem reportar rapidamente problemas que precisam de ser corrigidos a partir do seu telemóvel”, reforça a coligação.

João Pires quer a breve prazo trabalhar para a requalificação da Alameda do Fujacal, para a revitalização da zona do Carandá e para a transferência da sede da autarquia local para o edifício denominado “Pé Alado”, anexo ao antigo Cinema S. Geraldo, um projeto também assumido pelo atual executivo municipal.