Quarta-feira, Maio 18, 2022
15.6 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães apresenta plano para promover a leitura

Guimarães apresenta plano para promover a leitura

© CM Guimarães

Guimarães está a definir o Plano Local de Leitura, numa parceria com a Universidade do Minho. As orientações deste novo plano foram apresentadas na sessão alusiva às comemorações dos 30 anos da Biblioteca Municipal Raul Brandão, esta segunda-feira.

“Este novo Plano Local de Leitura vem para valorizar e acrescentar aos projetos de educação que já temos em Guimarães. Pretendemos fomentar a leitura e acrescentar a participação, com o envolvimento da comunidade, dos escritores, dos artistas, das associações e das escolas”, salientou a vereadora da Educação da Câmara de Guimarães. Adelina Pinto realçou o “trabalho de sucesso nos 30 anos da Biblioteca Municipal Raul Brandão”, sublinhando a estreita ligação ao território. No horizonte, destaca a “transição para o digital, numa adaptação necessária aos novos tempos, mas sem anular o analógico”.

Sob o tema “Ler é Património”, o Plano Local de Leitura apresenta “uma visão global onde os variados atores culturais, educativos e sociais são envolvidos com vista a uma política integrada de leitura”, referiu Fernando Azevedo, docente do Instituto de Educação da Universidade do Minho. O Plano Local de Leitura será construído em fases distintas, através de um diagnóstico sobre os hábitos de leitura, o mapeamento dos projetos de leitura, estreitar laços de trabalho com a comunidade e criar, assim, mais hábitos de leitura.

A vice-reitora da Universidade do Minho, Joana Aguiar e Silva, sublinhou nesta sessão que “a leitura é veículo fundamental para a construção da cidadania”, destacando as novas metas em relação ao futuro. A diretora da Biblioteca Municipal Raul Brandão (BMRB), Juliana Fernandes, conferiu a adaptação ao “novo paradigma das tecnologias” apontando alguns números de destaque em relação aos últimos 30 anos.

Em 1992, a BMRB tinha 15 mil documentos, e hoje conta com cerca de 300 mil documentos. Estão inscritos 38 mil leitores, registando-se o empréstimo de 70 documentos diariamente. Além do núcleo central, existem ainda três polos descentralizados da Biblioteca (Taipas, Pevidém e Lordelo) e ainda 54 bibliotecas escolares nas Escolas do 1º ciclo, com mais de 6 mil livros em circulação diariamente. O catálogo coletivo concelhio que agrega o fundo documental da sede e o fundo documental de todas as escolas do concelho continua em franco crescimento com a inclusão duma Biblioteca dedicada ao Teatro promovida pela Oficina, bibliotecas de algumas juntas de freguesia, entre outras.

O programa do 30.º aniversário da Biblioteca Municipal Raul Brandão decorre no âmbito do Festival Húmus, que engloba ainda a Semana Concelhia da Leitura e a celebração do 155.º aniversário de Raul Brandão.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS