Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024
9.5 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão investe 122 mil euros para execução do alargamento e melhoramento viário

Famalicão investe 122 mil euros para execução do alargamento e melhoramento viário

© CM Famalicão

Famalicão deu mais um passo para a concretização do maior terminal ferroviário de mercadorias da Península Ibérica. A Câmara Municipal procedeu à aquisição de três parcelas de terreno que servirão para a execução do alargamento e melhoramento viário previsto para a Unidade de Execução da Área de Acolhimento Empresarial de Lousado, Esmeriz e Cabeçudos. No total, foi adquirida uma área correspondente a 3904 m2, na freguesia de Lousado e na União de Freguesias de Esmeriz e Cabeçudos, que representam um investimento na ordem dos 122 mil euros.

Com estas aquisições, a autarquia famalicense está a dar seguimento ao compromisso assumido no contrato de urbanização assinado com a Medway e as restantes entidades promotoras, em janeiro do ano passado, para a Unidade de Execução da Área de Acolhimento Empresarial de Lousado, Esmeriz e Cabeçudos, onde vai ficar implantado o empreendimento.

Neste acordo, ficou acordado que, para além da criação de uma unidade de execução que tem como objetivo dotar toda a zona envolvente ao terminal de condições infraestruturais ajustadas, o Município também ficaria encarregue de criar um nova via para permitir o acesso da zona industrial de Lousado ao Terminal Ferroviário, tendo ligação à freguesia de Cabeçudos e à rede viária nacional e estruturada com dimensão para o tráfego de pesados.

Recorde-se que o Terminal Ferroviário de Mercadorias da Península Ibérica, como é chamado, terá quatro linhas férreas de 750 metros, o terminal, que ficará implantado no sul do concelho, terá uma área de 220 mil metros quadrados e capacidade para 11 mil TEU (cada TEU equivale a cerca de 6,1 metros, o comprimento de um contentor-padrão de mercadorias).

A construção do terminal ferroviário de mercadorias é da responsabilidade da Medway, empresa líder no transporte ferroviário de mercadorias em Portugal, e vai resultar num investimento estimado em 63 milhões de euros.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES