Segunda-feira, Maio 27, 2024
16.6 C
Braga
RegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão adquire helicóptero para combater incêndios florestais

Famalicão adquire helicóptero para combater incêndios florestais

© CM Famalicão

O Campus da Proteção Civil de Famalicão recebeu um meio aéreo do Dispositivo Especial de Incêndios Rurais (DECIR). O helicóptero ligeiro de ataque inicial para missões de atividade de proteção e socorro “estacionou” em Bairro, freguesia onde está instalado o Campus, juntamente com uma tripulação composta por cinco elementos da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) da Guarda Nacional Republicana.

Para além da tripulação do helicóptero, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) também afetou ao Centro de Meios Aéreos de Vila Nova de Famalicão (CMA), sedeado no Campus da Proteção Civil, uma equipa do Serviço de Brigada de Salvamento e Luta Contra Incêndios composta por três elementos, e um operador de telecomunicações dos Bombeiros Voluntários de Riba de Ave.

“O Protocolo de Colaboração celebrado entre a Câmara Municipal de Famalicão, a ANEPC e a Associação dos Bombeiros Voluntários de Riba de Ave deu mais um fruto”, referiu o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos. “Com este meio aéreo e a equipa que o acompanha, a região Norte fica melhor preparada para prevenir catástrofes e salvaguardar a segurança de cidadãos e bens. Será, sem dúvida, um recurso valioso no combate aos incêndios rurais”, disse.

Recorde-se que a Câmara Municipal celebrou em julho do ano passado o Protocolo de Colaboração com a ANEPC e a Associação dos Bombeiros Voluntários de Riba de Ave, no qual a autarquia se comprometeu a ceder à ANEPC, a título precário e gratuito, o direito à utilização da Base de Apoio Logístico (BAL) e do Heliporto Municipal, permitindo, de igual modo, a possibilidade de usufruir de todas as valências do Campus da Proteção Civil de Famalicão.

O Campus contempla o Centro Municipal de Proteção Civil, o Centro de Meios Aéreos e uma Base de Apoio Logístico, com capacidade para assegurar alojamento a cerca de uma centena de operacionais, para reforço de meios, bem como a Base da Equipa de Análise e Uso do Fogo (EAUF) da Força Especial de Proteção Civil (FEPC) da ANEPC, que funciona durante todo o ano.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES