Domingo, Maio 9, 2021
12.7 C
Braga
InícioRegiãoEsposendeEsposende reforça investimento para melhorar acessos e condições de segurança

Esposende reforça investimento para melhorar acessos e condições de segurança

CM Esposende

O Município de Esposende lançou o concurso público para execução da empreitada de conclusão da obra do Canal Intercetor à cidade. Esta intervenção tem o valor estimado de 636 mil euros e sem apoio do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR).

A obra terá um prazo de execução de 150 dias e pretende acautelar as condições associadas à passagem de pessoas e máquinas nos caminhos laterais ao canal, visa estabilizar as margens do canal e responde às exigências a respeitar nas passagens viárias sob jurisdição da Infraestruturas de Portugal.

“Este é um dos projetos com maior envergadura financeira alguma vez conseguidos para Esposende. Depositamos grandes esperanças no contributo que o canal dará para a minimização dos problemas de drenagem que afetam Esposende, além da importância que esta infraestrutura adquirirá no ordenamento do território, proporcionando, ainda, uma oferta complementar na vasta rede de percursos pedestres do concelho”, sublinha Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende.

A intervenção que agora se perspetiva surge como complemento à construção do Sistema Intercetor e de Desvio da área urbana de Esposende e pretende melhorar a acessibilidade aos campos agrícolas, estabilizar as margens e beneficiar o habitat para espécies ribeirinhas em domínio hídrico, através da aplicação de soluções técnicas de Engenharia Natural.

A Câmara também procederá à alteração do tipo de guardas metálicas nas passagens viárias nacionais, resultante da necessidade de assegurar um nível de segurança compatível com o tipo de tráfego que circula nessas vias. Neste contexto de segurança, uma intervenção contempla a passagem do canal, em aqueduto, na zona da rotunda da Solidal e não a céu aberto como estava inicialmente previsto.

As obras agora propostas compreendem a escavação e modelação do canal, a correções nos caminhos laterais ao canal, a construção de muros em pedra e muros de contenção de terras.

Segundo o grupo de especialistas que tem acompanhado a construção do canal intercetor à cidade de Esposende, as intervenções agora propostas “resultam da dinâmica social associada aos proprietários dos terrenos marginais, fruto do tipo de utilização desses terrenos, a agricultura”.

A Autarquia refere que a população também começou a utilizar os caminhos laterais ao canal e houve a necessidade de se avaliar as soluções previstas, optando-se pelas intervenções agora agendadas, por forma a garantir as condições de segurança a todos os utilizadores do espaço.

A instalação de um sistema intercetor naturalizado em Esposende visa minimizar os problemas resultantes das inundações na cidade, considerada como uma das 22 zonas críticas identificadas em Portugal Continental, no âmbito do Plano de Gestão de Riscos de Inundação, elaborado pela Agência Portuguesa do Ambiente.

Apoie o jornalismo.

A Braga TV é um canal de informação independente. Todas as notícias e conteúdos são e continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

Para continuar a oferecer um serviço de informação de referência na região, precisamos do apoio dos nossos leitores para continuar a desempenhar o nosso papel de informar.

Precisamos do seu contributo, caro leitor.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS