Segunda-feira, Junho 17, 2024
16.7 C
Braga
RegiãoEsposendeEsposende investe mais de 160 mil euros para requalificar campo do Antas...

Esposende investe mais de 160 mil euros para requalificar campo do Antas Futebol Clube

© CM Esposende

O Município de Esposende vai apoiar financeiramente a Junta de Freguesia de Antas na requalificação do Complexo Desportivo Campo António Correia de Oliveira.

De acordo com deliberação aprovada esta quinta-feira em reunião de Câmara, por unanimidade, a autarquia vai atribuir 161.550 euros para ajudar a custear as despesas com a intervenção de relvado do campo em sintético e arranjos exteriores, dotando assim de melhores condições o complexo desportivo ao serviço do Antas Futebol Clube. A verba corresponde a 50% do valor total do investimento da intervenção.

“O complexo desportivo é propriedade da Junta de Freguesia, sendo que as instalações se encontram cedidas ao Antas Futebol Clube, através de um protocolo de comodato, possibilitando que o clube possa manter a sua atividade, particularmente o trabalho com as camadas jovens. Através deste apoio, o Município de Esposende está a dar um considerável contributo para garantir a continuidade da prática desportiva na freguesia de Antas”, refere a Câmara Municipal.

O relvado do campo em sintético foi apontado como um objetivo prioritário, tanto pela Junta de Freguesia como pelo Antas Futebol Clube, uma vez que “o atual recinto desportivo pelado não oferece as necessárias e adequadas condições para o desenvolvimento da atividade desportiva”.

O presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, clarifica que “para apoiar esta intervenção, o Município vai proceder à alienação de dois terrenos que possui em Antas, canalizando assim o investimento a favor da freguesia. Esta tem sido, de resto, uma estratégia adotada pela autarquia, a alienação de património, para financiamento e execução de projetos no território concelhio”.

O autarca nota que “a par do forte investimento que está em curso ao nível dos macro projetos, como é o caso das instalações do IPCA e do Parque da Cidade, continuamos a dar resposta às intervenções que, em articulação com as Juntas e Uniões de Freguesia, foram definidas como prioritárias para cada uma das freguesias, numa estratégia alinhada com o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES