Esposende fomenta jogos de tabuleiro na comunidade escolar
Terça-feira , Dezembro 1 2020 Periodicidade Diária nº 2652
Principal / Região / Esposende / Esposende fomenta jogos de tabuleiro na comunidade escolar

Esposende fomenta jogos de tabuleiro na comunidade escolar

Com o intuito de recuperar os jogos de tabuleiro, o Município de Esposende, através da sua Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, está a promover o empréstimo destes jogos às bibliotecas escolares do concelho, bem como às instituições e famílias.

Esposende, juntamente com os Municípios de Barcelos, Braga, Póvoa de Lanhoso, Vila Verde e Viana do Castelo, integra o projeto da Rede Regional de Ludotecas direcionado para este propósito, o qual foi contemplado no âmbito do Orçamento Participativo 2017.

Tal como os demais Municípios integrantes da candidatura, Esposende implementou a sua Ludoteca, tendo por base os serviços prestados pela Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura.

Assim, no âmbito deste projeto e tendo em conta o tempo de pandemia, com os consequentes períodos de confinamento, o Município de Esposende procedeu à entrega de dezenas de jogos de tabuleiro, a título de empréstimo (renovável e rotativo), às Bibliotecas Escolares dos Agrupamentos de Escolas do concelho e à Escola Secundária Henrique Medina. Este empréstimo de jogos de tabuleiros pode, ainda, ser requerido por outras instituições ou famílias, junto da Biblioteca Municipal.

Este projeto reveste-se de “grande importância”, na medida em que procura recuperar tradições caídas em desuso, refere Angélica Cruz, vereadora da Educação e Cultura da Câmara Municipal, assinalando os benefícios dos jogos de tabuleiro, tanto ao nível do entretenimento como do desenvolvimento mental do indivíduo.

“De facto, o jogo de tabuleiro é uma ferramenta potenciadora de criação e restabelecimento de laços no seio familiar e noutros contextos, como por exemplo, apoio a lares de idosos em atividades potenciadoras do exercício mental, sendo também uma mais-valia nas escolas através da dinamização de atividades complementares geradoras de melhoria e aprofundamento do raciocínio, da concentração e da persistência”, finalizou a vereadora.