Empresa de Braga conclui Central Fotovoltaica em Cuba
Segunda-feira , Novembro 30 2020 Periodicidade Diária nº 2651
Principal / Braga / Empresa de Braga conclui Central Fotovoltaica em Cuba

Empresa de Braga conclui Central Fotovoltaica em Cuba

O dstgroup, empresa de Braga, concluiu a construção da Central Fotovoltaica em Cuba, Beja, empreitada lançada através concurso público pela EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva, em 2018, pelo valor de 1.055.646 euros. O projeto vai permitir a redução da pegada de carbono em 816 toneladas por ano.

Executado pelas empresas dst solar s.a. e dst s.a., ambas participadas do dstgroup, o projeto de energia renovável contemplou a instalação de 3.024 módulos fotovoltaicos, numa área de 10.200 m2, que permitirá a produção de 1.735 MWh e a redução da emissão de 816 toneladas de dióxido de carbono, por ano. Trata-se da primeira grande instalação numa estrutura flutuante construída em Portugal. Após a entrada em exploração, o dstgroup ficará ainda responsável pela operação e manutenção daquela central pelo prazo de três anos.

José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do dstgroup, sublinha a importância desta obra. “É um orgulho para nós termos conquistado e executado este projeto com sucesso, não apenas por tratar-se da primeira grande instalação fotovoltaica, em estrutura flutuante, em Portugal, mas porque o recurso à energia fotovoltaica é, atualmente, uma prioridade incontornável”, disse, assegurando que “estamos francamente confiantes e seguros da aposta que foi feita pela EDIA e particularmente agradecidos por nos ter sido dada a oportunidade de contribuir uma vez mais para a concretização de um projeto que acompanha a tendência mundial de aposta nas renováveis”.