Sábado, Dezembro 4, 2021
11.7 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesDesnivelamento da rotunda de Silvares vai permitir maior fluidez de trânsito entre...

Desnivelamento da rotunda de Silvares vai permitir maior fluidez de trânsito entre A11 e Guimarães

CM Guimarães

Está resolvido um dos eixos do centro da mobilidade de Guimarães com a inauguração do desnivelamento da rotunda de acesso à autoestrada, em Silvares. A abertura aconteceu na noite desta terça-feira, num ato simbólico com as presenças de Domingos Bragança, presidente da Câmara de Guimarães, e de Carlos Matos, diretor do Centro Operacional Norte da Infraestruturas de Portugal.

Esta é a concretização de uma obra que “cumpriu os prazos definidos, sem derrapagens no orçamento ou acidentes”, num facto realçado pelo vice-Presidente da Infraestruturas de Portugal, José Serrano Gordo. “Há cerca de um ano estávamos em Guimarães a assinar a consignação da empreitada, numa obra realizada em tempos de pandemia, no âmbito do Programa de Valorização das Áreas Empresariais. Num conjunto de 18 obras deste programa, esta é a terceira a ficar concluída, com o objetivo de melhorar as condições de acesso ao tecido empresarial espalhado pelo território”, vincou José Serrano Gordo.

Domingos Bragança destacou a colaboração do Governo neste projeto e as demais entidades envolvidas, com especial destaque para a IP. “Esta é uma obra bem-sucedida e necessária para Guimarães. O desnivelamento na entrada/saída da autoestrada é apenas a primeira fase, que vai permitir maior fluidez de tráfego entre a A11 e a cidade de Guimarães, assim como as freguesias desta zona do concelho”, frisou.

O autarca sublinhou a “parceria fundamental” com a Infraestruturas de Portugal e apontou para os futuros projetos. “Há um conjunto de projetos que se seguem, com modelos diferentes, como a requalificação da EN 101 que liga Fermentões, Ponte e Taipas e ainda o novo tramo da Via do Avepark de ligação ao Parque de Ciência e Tecnologia”.

Em outros pontos do concelho, o presidente da Câmara mencionou o reforço da melhoria da rede viária, como na requalificação da EN 206 (Guimarães-Famalicão). “Estamos a trabalhar em cooperação para também ser construída a ciclovia na ligação de Guimarães a Vila Nova de Famalicão, assim como resolver a centralidade da Vila de Ronfe, com soluções rodoviárias para o século XXI”, acrescentou. Para a rodovia de Covas, o presidente da Câmara apontou o desnivelamento da rotunda do Salgueiral. “Este trabalho é profícuo para os eixos fundamentais na rede viária de Guimarães e vamos continuar a fazer esse trabalho”, salientou o presidente da Câmara.

Domingos Bragança vincou ainda a colaboração da equipa técnica da autarquia, assim como da empresa construtora (Cândido José Rodrigues S.A). “Ninguém perdeu tempo no projeto do desnivelamento de nó de Silvares, foi estabelecido o programa funcional com a Infraestruturas de Portugal, com um projeto validado e lançado concurso e de imediato levaram a obra a execução. O programa de apoio foi apresentado em 2017 e fizeram-se acordos de gestão, depois lançar projeto e obra. Não se pode confundir estas obras estruturantes, por natureza complexas, com as obras de repavimentação. A empresa construtora CJR esteve à altura deste enorme desafio, mesmo em tempo de pandemia, uma vez que o setor da construção não parou e também foram uns heróis”.

José Serrano Gordo salientou o “propósito de potenciar crescimento económico, fixação de população e aumento de emprego” com as obras de melhoria da rede viária em Guimarães, assumindo a repavimentação da Variante de Creixomil até ao final do presente ano.

Teste BTV

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS