Desafios de “Ciência em Casa” é a proposta do Centro Ciência Viva de Braga
Sábado , Outubro 24 2020 Periodicidade Diária nº 2614
Principal / Educação / Desafios de “Ciência em Casa” é a proposta do Centro Ciência Viva de Braga

Desafios de “Ciência em Casa” é a proposta do Centro Ciência Viva de Braga

O Centro Ciência Viva de Braga tem levado, nas últimas semanas, atividades de Ciência Experimental à casa de muitos alunos, pais, professores e outros agentes educativos.

Face ao plano de contingência, o espaço de divulgação da ciência bracarense encerrou as suas instalações ao público por tempo indeterminado e suspendeu todas as atividades das escolas da região (letivas e não letivas). Este espaço optou por aulas não presenciais e adotou o teletrabalho como medidas extraordinárias de contenção e mitigação do novo coronavírus, trazendo novos desafios diários a este espaço que ficou impossibilitado de receber visitantes.

Assim, desde o dia 19 de março, o Planetário Casa da Ciência de Braga lançou vários desafios para permitir levar a ciência à população em geral a partir das suas casas.

A medida foi rapidamente generalizada em vários Agrupamentos de Escola e está a ser enviada, por muitos professores, aos seus alunos, que, em casa, têm, de forma divertida, concretizado algumas destas tarefas, nas quais podem aprender conceitos científicos e potenciar a atividades experimental das ciências e alguns dos conteúdos programáticos da escola. Tendo em conta os muitos vídeos e imagens recebidos pela equipa responsável, o espaço verificou que os desafios têm unido famílias em torno da ciência e da descoberta do conhecimento, provando que é possível aprender ciência em todo o lado. “Ciência em Casa” é o nome dado à atividade.

Para o diretor do Centro Ciência Viva, João Vieira, “o lançamento deste programa tem sido desafiante por duas razões: a primeira por desafiar a equipa de monitores trabalhar de forma diferente e num contexto com o qual quase ninguém está familiarizado; a segunda porque a nossa equipa tem estado a adaptar cada um dos desafios propostos, às várias idades e aos conteúdos curriculares dos alunos”.

João Vieira revela ainda que “estamos muitos satisfeitos com a divulgação dos conteúdos pelos docentes e pelos Agrupamentos de Escolas. É precisamente este o nosso objetivo. A ciência tem de ser divertida e os vídeos que nos têm chegado são extraordinários. Mostram que estes jovens e adultos estão a aprender e que é possível continuar a aprender independentemente do momento que estamos todos a viver”.

Para aceder a estes desafios, basta consultar o site do Planetário Casa da Ciência de Braga e ficar atento às páginas de Facebook e Instagram. Os desafios podem ser feitos por todos em que, no final de cada desafio, a equipa do Centro envia a “explicação científica” de cada atividade para que todos possam aprender os conceitos de ciência que estão implícitos a cada uma das experiências.