Quinta-feira, Abril 15, 2021
18.9 C
Braga
InícioRegiãoCelorico de BastoCPCJ de Celorico de Basto celebra mês da prevenção dos maus-tratos na...

CPCJ de Celorico de Basto celebra mês da prevenção dos maus-tratos na infância

CM Celorico de Basto

Abril é o mês instituído pela Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens para a prevenção dos maus tratos na infância e a CPCJ de Celorico de Basto associa-se à iniciativa cujo tema é “Serei o que me deres… que seja amor!”.

Para a presidente da CPCJ, Fátima Araújo, “iremos procurar criar mecanismos de sensibilização e consciencialização para a problemática dos maus tratos sem colocar em causa a segurança das nossas populações. Por isso, este ano, abdicamos da realização da caminhada ‘entre laços e pirilampos’ e cingir-nos-emos à criação de materiais informativos físicos e digitais em estreita parceria com as entidades de primeira intervenção que integram a CPCJ”.

“Vivemos um tempo único, exigente, e cheio de preocupações. Um tempo que, infelizmente, em nada contribui para mitigar as situações de maus tratos na infância podendo, pelo contrário, despoletar novas situações. Por isso, é crucial desenvolver este tipo de campanhas para sensibilizar, para consciencializar, para fazer entender que as dificuldades aumentam quando há maus tratos”, acrescenta.

Fátima Araújo salienta, ainda, que “é cada vez mais necessário uma educação para a parentalidade positiva, para a tomada de consciência que as crianças e jovens são o futuro e que é crucial que a sua caminhada, nestas idades, seja o mais feliz e saudável possível”.

Durante o mês de abril serão desenvolvidos materiais informativos físicos e digitais, o laço azul será exposto nas fachadas dos edifícios das entidades de primeira intervenção que integram a CPCJ, o edifício dos Paços do Concelho estará iluminado de azul e será colocada, em local a decidir, a moldura “afetos e família” para que todos possam tirar fotografias e disseminá-las pelas redes sociais.

“É importante recordar que este mês de abril tem como símbolo o Laço azul em representação das nódoas negras que os netos de Bonnei Finne apresentavam como consequência dos maus tratos físicos que sofreram”, sublinha Fátima Araújo.

Para o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, “neste momento e considerando que a pandemia aumentou consideravelmente as fragilidades de muitas famílias, verifica-se, ainda mais, a necessidade de um trabalho conjunto, entre as várias entidades, para que as famílias e em especial, as crianças e os jovens, se sintam amparados, protegidos e sem medo de pedir ajuda em momentos de maior sufoco. É crucial que percebam que as instituições existem para ajudar e contribuir para a resolução dos seus problemas”.

O autarca salienta também a importância destas campanhas referindo que as mesmas devem ser mais persistentes “para que toquem efetivamente nas consciências e levem à alteração de comportamentos”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS