Sábado, Dezembro 4, 2021
11.7 C
Braga
InícioBragaCozinha solidária de Braga completa um ano de refeições

Cozinha solidária de Braga completa um ano de refeições

Colégio Luso-Internacional de Braga

Completa um ano esta terça-feira, 16 de março, o movimento de Braga “Virar a Página”, que faz o balanço dos 365 dias de serviço, sem qualquer interrupção, considerando que, surpreendentemente, “se revelou uma resposta imprescindível na emergência alimentar, agravada no início da pandemia, e que parece estar para durar”.

Tudo começou com a suspensão das atividades letivas presenciais em março do ano passado, tendo o Colégio Luso-Internacional de Braga (CLIB) improvisado um plano de confeção e entrega de almoços e jantares para pessoas que, entretanto, viram os seus apoios suspensos. O colégio dispensou alguns dos seus colaboradores, que passaram a ajudar na cozinha a tempo inteiro, mas rapidamente se passou a palavra na cidade de Braga, o que congregou mais voluntários para fazer face às várias tarefas, desde a recolha de donativos, à confeção das refeições, não esquecendo a organização e dinamização de rotas de distribuição dos almoços e jantares.

Dependendo exclusivamente de apoios particulares e do trabalho voluntário de muitos, a base de toda esta estrutura foi sempre a dádiva. O que entrava todos os dias na cozinha do CLIB era oferecido, o que saía nas rotas de distribuição também. As pessoas e as empresas fizeram donativos que se renovavam com as ofertas de outros novos doadores e os beneficiários davam mostras do seu respeito, segundo o CLIB, com palavras de apreço pelo apoio que recebiam. Os voluntários, felizes, continuaram o seu serviço para o bem comum.

Para o CLIB, “esta foi uma prova inequívoca da vitalidade e eficácia da sociedade civil, pois a corrente solidária não parou e, com entusiasmo, assegurou refeições durante todo o ano, assegurou todas as datas e festas importantes e prepara-se para servir as refeições de uma segunda Páscoa festejada em confinamento”.

Com um projeto sem fim à vista, perante as necessidades crescentes que eram conhecidas, o CLIB fez esforços no sentido de conseguir apoios regulares, em forma contribuições mensais, surgiram os “Amigos do Virar a Página” que mensalmente apoiam o projeto também com pequenas verbas. A cozinha solidária, entretanto transferida para o Centro Paroquial de Gualtar em maio 2020, com caráter provisório, passou também a almejar um espaço definitivo, com tentativa de criação de protocolo que o possibilite.

Em dezembro, o CLIB pediu às famílias, “agora já tão próximas”, que escrevessem com o que precisavam neste Natal. O CLIB sublinha que “as necessidades eram imensas e o VAP e o CLIB, desdobraram-se em esforços. Foi uma corrente gigante, muito compensadora e foram distribuídas refeições melhoradas e presentes de Natal a todas as famílias beneficiárias”.

Recentemente, a Câmara Municipal de Braga veio apoiar o VAP com uma verba que permitiu a criação de um posto de trabalho, que “veio acrescentar eficácia no funcionamento de um espaço que sempre dependeu apenas de voluntários na sua organização diária”.

A celebrar 12 meses de refeições solidárias, num momento em que o país vive ainda em confinamento e as dificuldades “são tantas e de tantos”, a responsabilidade de manter o VAP ativo é “um imperativo de consciência”, diz Helena Pina-Vaz.

Teste BTV

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS