Cozinha solidária de Braga completa seis meses a ajudar os mais vulneráveis
Terça-feira , Setembro 22 2020 Periodicidade Diária nº 2582
Principal / Notícias / Cozinha solidária de Braga completa seis meses a ajudar os mais vulneráveis

Cozinha solidária de Braga completa seis meses a ajudar os mais vulneráveis

Virar a Página

Completados seis meses de refeições solidárias, o projeto de Braga “Virar a Página” continua a preparar e distribuir a cidadãos carenciados da cidade, duas refeições em todos os dias da semana.

Com o regresso de muitos voluntários ao trabalho e o início das aulas no Colégio Luso-Internacional de Braga, que dispensou ao longo dos últimos meses vários colaboradores que ajudavam na cozinha a tempo inteiro, foi particularmente sentida nas últimas semanas a perda de colaboração. “Estamos a apelar às pessoas que possam, nos seus tempos livres, juntar-se a nós e ajudar por algumas horas ao longo da semana”, explicam os responsáveis pelo projeto, que tentam neste momento dinamizar uma companha de angariação de voluntários.

Referem ainda que, nesta fase, os esforços vão no sentido de conseguir apoios regulares, como as contribuições mensais com que os “Amigos do Virar a Página” se comprometem, procurando apoiar o projeto. Para além disso, trabalham também no sentido de conseguir um protocolo para um espaço definitivo para instalar a cozinha solidária, que está provisoriamente alojada no Centro Paroquial de Gualtar.

Muitos têm sido os voluntários que abraçaram este desafio, lançado em março pelo Colégio Luso Internacional de Braga e que se associaram a este projeto de refeições solidárias, que atualmente totaliza quase 65.000 refeições servidas.

“Na verdade, as necessidades continuam a aumentar, e este projeto não pode parar”, afirma a coordenação do “Virar a Página”, acrescentando que “procuramos angariar voluntários para ajudar na preparação e distribuição das refeições, na organização do espaço e na recolha de donativos, em vários horários, nos dias de semana e ao fim de semana”.