Sexta-feira, Agosto 12, 2022
18.8 C
Braga
InícioCulturaConcerto da Orquestra Filarmónica de Braga assinalou Ano Novo Chinês

Concerto da Orquestra Filarmónica de Braga assinalou Ano Novo Chinês

© CM Braga

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho, com o apoio da Câmara Municipal de Braga, levou a cabo o Concerto Comemorativo de Ano Novo Chinês 2022 – Ano do Tigre. Esta sessão foi apresentada pela Orquestra Filarmónica de Braga e decorreu este domingo, no auditório do Espaço Vita.

A iniciativa aconteceu por via do projeto de ensino de Mandarim nas escolas do concelho que o Município está a implementar em parceria com o Instituto Confúcio da Universidade do Minho.

Carla Sepúlveda, vereadora da Educação, esteve presente no concerto comemorativo e salientou a importância do envolvimento da comunidade nestas iniciativas promotoras de multiculturalidade. “É a partir da educação e da escola que fomentamos o respeito pela diferença. Apesar desta ser uma sessão com base no ensino do Mandarim nas nossas escolas, é também uma forma de despertar para a aceitação da diversidade e multiculturalidade”, referiu, lembrando que o projeto de ensino de Mandarim está presente em sete Agrupamentos de Escolas e abrange cerca de 180 alunos.

Segundo a responsável, é intenção do Município manter e dar continuidade a um projeto educativo que “tem tido uma incidência e aceitação muito positivas por parte de toda a comunidade educativa e um meio de aproximação à Universidade do Minho”. “A cidade educadora só o é a partir destas simbioses e parcerias que promovem o ensino e educação para todos e todas”, destacou Carla Sepúlveda.

A terminar, a vereadora enalteceu o trabalho de “compromisso e colaboração” desenvolvido pelo Instituto. “Tenho de louvar a iniciativa do Instituto e da Orquestra Filarmónica de Braga na ideia e desenvolvimento deste magnífico concerto comemorativo do Ano do Tigre. Um espetáculo verdadeiramente transmissor da cultura chinesa em território português”, concluiu.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS