Quarta-feira, Fevereiro 28, 2024
6.2 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoCâmara de Famalicão vai devolver parte do IMI aos jovens com baixos...

Câmara de Famalicão vai devolver parte do IMI aos jovens com baixos rendimentos

© CM Famalicão

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai devolver parte do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) que os jovens até aos 35 anos, com baixos rendimentos, pagam pelas suas habitações próprias.

A medida, que o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, vai pormenorizar numa proposta que apresentará ao Executivo Municipal em breve, foi adiantada na sessão comemorativa do 25 de Abril que decorreu esta manhã na Assembleia Municipal de Vila Nova de Famalicão, sob a batuta do seu presidente, Nuno Melo.

A juventude foi o foco de intervenção do autarca. “Os jovens são o futuro que não podemos hipotecar. Pelo contrário, temos que o abrir, tal como o fizeram os revolucionários de Abril em relação às gerações que lhes sucederam”, disse Mário Passos, assegurando que vai criar “condições para a sua fixação no concelho e para o desenvolvimento dos seus projetos de vida”. Por isso, adiantou que “estamos a trabalhar também na possibilidade de disponibilização, aos jovens, de lotes de terreno municipais com projeto de construção aprovado, bem como outras medidas direcionadas para a fixação e atração da juventude”.

A residência para estudantes universitários, cuja construção vai começar em breve no centro da cidade, os novos equipamentos desportivos, como o Centro de Atletismo que já está em concurso público, os apoios às companhias artísticas, a política ambiental – como o Roteiro para a Neutralidade Carbónica, o Plano para as Alterações Climáticas, entre outros -, e as novas e inovadoras salas de estudo na Estação Rodoviária de Famalicão, foram algumas outras medidas elencadas pelo edil, para reforçar o seu “compromisso com o futuro e com as gerações mais jovens”.

“Para nós, o 25 de Abril é todos os dias. Não pode ser de outra forma! O passado é muito importante, mas não podemos viver à sombra da História”, referiu Mário Passos, anunciando ainda a criação de uma Comissão Executiva para as Comemorações dos 50 Anos do 25 de Abril, que se celebram no próximo ano.

“Será constituída por cidadãos de reconhecida autoridade histórica e cívica de Famalicão, para que celebremos no concelho meio século de liberdade com a real importância que a data sugere, atualizando os valores e princípios democráticos da nossa comunidade”, finalizou.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES