Sexta-feira, Junho 14, 2024
16.7 C
Braga
RegiãoVila Nova de FamalicãoCâmara de Famalicão garante 280 mil euros às IPSS

Câmara de Famalicão garante 280 mil euros às IPSS

Conjunto de apoios para permitir o aumento da resposta social.

DR

O executivo municipal de Vila Nova de Famalicão aprovou, na última Reunião de Câmara, um conjunto de apoios, no valor global de 280 mil euros, a atribuir às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho.

Segundo o Município, este apoio vai permitir a modernização da rede de equipamentos e o aumento da resposta social no território, com cerca de 350 novos lugares, nas áreas da infância, terceira idade e deficiência.

O apoio financeiro aprovado na passada quinta-feira destina-se ao Centro Social da Paróquia de Joane (50 mil euros), Engenho – Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este (40 mil euros), Mais Plural (50 mil euros), ACIP – Ave Cooperativa de Intervenção Psico-Social (40 mil euros), Centro Social de Calendário (50 mil euros) e SOCIAELOOS – Associação Social de Fradelos (50 mil euros).

No caso do Centro Social da Paróquia de Joane, o apoio destina-se à comparticipação das despesas da obra de construção de um equipamento social ERPI – Estrutura Residencial para Pessoas Idosas com capacidade para 40 utentes de lar, 60 utentes de serviço de apoio domiciliário e 20 utentes de Centro de Dia. No caso da Engenho, o apoio será canalizado para a ampliação e remodelação do edifício do Centro de Apoio Comunitário/Centro de Dia.

O apoio à Mais Plural para obras de ampliação e remodelação permitirá abrir 25 novos lugares na ERPI. No caso da ACIP, o apoio destina-se à construção do Centro de Atividades de Capacitação para a Inclusão Casa do Pinheiral com capacidade para 30 jovens adultos com deficiência ou incapacidade. Ao Centro Social de Calendário é atribuído um apoio com vista à ampliação da creche com 42 novos lugares. A SOCIAELOOS vai também aumentar a sua resposta com a criação de 126 novos lugares: 39 na ERPI, 13 no Centro de Dia, 18 no serviço de apoio domiciliário e 56 novos lugares de creche.

“Os apoios que aprovamos representam muito para estas IPSS, mas sobretudo para as famílias famalicenses que têm sentido dificuldades em encontrar algumas destas respostas”, afirmou Mário Passos que garantiu a disponibilidade da Câmara Municipal para continuar a apoiar as instituições sociais do concelho nos seus projetos de crescimento e desenvolvimento.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES