Domingo, Setembro 25, 2022
15.5 C
Braga
InícioBragaBraga investe mais de um milhão de euros na requalificação do Jardim...

Braga investe mais de um milhão de euros na requalificação do Jardim de Infância de Gualtar

© CM Braga

O Jardim de Infância de Gualtar, em Braga, será alvo de uma intervenção de requalificação e ampliação. A proposta de abertura de concurso público para esta empreitada será analisada na próxima segunda-feira, em sede de reunião do Executivo Municipal.

O investimento é superior a 1 milhão de euros e o prazo de execução é de 12 meses. Com esta intervenção, o Jardim de Infância de Gualtar terá mais uma sala de aula e o recreio exterior será requalificado, permitindo a realização de atividades físicas sem o condicionamento direto das condições meteorológicas.

A requalificação inclui ainda o redesenho do refeitório, a requalificação da copa, a reformulação da sala de educadores, a criação de novos espaços para sala de atendimento, sala para os auxiliares e instalações sanitárias para adultos, a criação de cacifos para alunos; a ampliação das salas de aulas existentes e a substituição dos pavimentos interiores.

Conclusão da rede pedonal e ciclável na Variante da Encosta

A requalificação da rede pedonal e ciclável na Variante da Encosta ficará concluída com a intervenção no último troço, em Fraião. A proposta de aprovação da Adjudicação da empreitada será analisada pelo Executivo Municipal e prevê um custo superior a 1 milhão e 700 mil euros.

Esta é uma intervenção financiada pelo FEDER que decorre desde julho de 2020, tendo-se verificado, quando se encontrava por executar cerca de 25% da área de intervenção prevista, que o saldo de quantidades disponível em alguns artigos essenciais para a prossecução da empreitada não era manifestamente suficiente para concluir a totalidade da mesma.

Procedeu-se à suspensão dos trabalhos e à abertura de novo procedimento concursal autónomo, incluindo nesse procedimento, de modo a completar a totalidade da operação tal como foi delineada, os trabalhos suprimidos e os decorrentes dos erros e omissões detetados.

Execução de trabalhos complementares no centro cultural Dr. Francisco Sanches e EB de Figueiredo

Na segunda-feira serão também analisadas as propostas de execução de trabalhos complementares no Centro Cultural Dr. Francisco Sanches e na Escola Básica de Figueiredo (neste caso com prorrogação do prazo da empreitada por um período de 30 dias).

Estas intervenções complementares terão o custo aproximado de 22 mil euros e 63 mil euros, respetivamente.

Por fim, a Piscina Municipal do Complexo Desportivo da Ponte, cuja requalificação tem como preço-base cerca de 1 milhão e 400 mil euros, serão analisadas propostas de alteração e retificação das peças do procedimento e a prorrogação do prazo de execução por 30 dias, assim como a lista da decisão sobre erros e omissões do caderno de encargos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS