Quinta-feira, Dezembro 2, 2021
11.2 C
Braga
InícioBragaBraga: Hugo Pires sensível à necessidade de promover um envelhecimento ativo

Braga: Hugo Pires sensível à necessidade de promover um envelhecimento ativo

PS

Uma boa promoção do envelhecimento ativo, “ele próprio uma vitória do desenvolvimento socioeconómico e da saúde pública”, foi o que Hugo Pires, candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal de Braga, constatou durante a visita ao Centro de Convívio da Associação de Antigos Alunos das Escolas Comercial e Industrial de Braga.

Hugo Pires, que se fez acompanhar por Palmira Maciel e Ricardo Sousa, que integram a candidatura autárquica, foi recebido por alguns dirigentes da estrutura associativa, designadamente por António Fernandes, presidente da Direção.

Integrada no seu “Tempo de Ouvir”, destinado a auscultar a população e as suas entidades representativas, a visita permitiu um contacto direto com os vários espaços e com as várias propostas de formação que a associação desenvolve neste momento, particularmente afetado pela pandemia da Covid-19.

“O envelhecimento ativo, assim pensamos, deve merecer uma particular atenção das entidades públicas, designadamente dos municípios”, disse Hugo Pires, sublinhando o facto de “assistirmos em Braga, tal como no contexto europeu, a profundas transformações demográficas, designadamente ao aumento da longevidade e da população idosa, bem como à redução da natalidade e da população jovem”. “Uma realidade que tem de ser tida em conta pelos responsáveis pelas políticas públicas”, assumiu.

Nesta visita ao Centro de Convívio da Associação de Antigos Alunos das Escolas Comercial e Industrial de Braga, Hugo Pires teve António Fernandes a acompanhá-lo pelos vários espaços de formação, onde se ministram aulas de cavaquinho e sessões de pintura, tendo o dirigente associativo a oportunidade de lhe dar conta da sua vontade de “dar o máximo de condições aos utentes da instituição para que possam aproveitar da melhor forma o seu tempo”.

“As pessoas com 65 ou mais anos representavam números à volta dos 20% da população residente em Portugal e a esperança de vida anda nos 77,4 anos para homens e 83,2 anos para as mulheres. Isto significa que, após a aposentação, temos cada vez mais tempo e melhores condições físicas para o desempenho de alguma atividade. É isso que devemos equacionar, ajudando a população dessa faixa etária a cuidar de si e a sentir-se útil, socialmente útil, num agradável envelhecimento ativo”, disse Hugo Pires.

Teste BTV

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS