Domingo, Junho 23, 2024
17.8 C
Braga
BragaBraga celebra protocolo com Cruz Vermelha para apoiar integração de migrantes

Braga celebra protocolo com Cruz Vermelha para apoiar integração de migrantes

© CM Braga

O Município de Braga vai celebrar um protocolo de colaboração com a Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, para apoio ao funcionamento do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM). A proposta será analisada na próxima reunião de Executivo Municipal, que terá lugar na segunda-feira.

O Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes de Braga tem como objetivo “contribuir para a promoção do acolhimento e integração de Migrantes na Comunidade através de uma abordagem alicerçada na dignidade da pessoa e direitos humanos fundamentais, trabalhando matérias importantes como a regularização da situação migratória; reagrupamento familiar, acesso ao trabalho, habitação, educação e saúde, entre outros”.

“Braga possui um serviço especializado para o apoio à integração de migrantes, com larga experiência neste domínio desde 2003, dispondo de uma estrutura capacitada e multidisciplinar, tendo realizado um total agregado de 12.000 atendimentos, 700 dos quais em 2023, com encaminhamento de 201 cidadãos para respostas de emprego/formação profissional, considerando que 82% se encontram em idade ativa”, refere a Câmara Municipal.

O Município lembra que desde que a autarquia assumiu as competências em matéria de Ação Social, “foram realizados 105 atendimentos de casos de emergência social – anteriormente sob a responsabilidade da Segurança Social -, tendo encaminhado 17 processos para o CLAIM, o que corresponde a 16% (atendimentos emergenciais com início no mês de Junho de 2023). A proveniência da maioria dos migrantes foi do Leste Europeu, do Sul e Centro da Ásia, da América do Sul e do Norte de África”.

“Este protocolo de cooperação com a Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa vem dar continuidade à promoção de serviços de apoio capazes de dar resposta, de uma forma próxima, qualificada e humanizada, às necessidades e expectativas dos cidadãos em situação de vulnerabilidade social, através de parcerias locais envolvendo as várias instituições representativas e intervenientes na comunidade local”, explica a Câmara Municipal.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES