Sexta-feira, Junho 21, 2024
21.7 C
Braga
RegiãoGuimarãesBombeiros Voluntários de Guimarães comemoraram o seu 146.º aniversário

Bombeiros Voluntários de Guimarães comemoraram o seu 146.º aniversário

© CM Guimarães

Os Bombeiros Voluntários de Guimarães celebraram este domingo, 19 de março, o seu 146º aniversário.

A festa começou com o hastear das bandeiras no quartel da instituição, a que se seguiu um desfile dos efetivos e de viaturas em direção à Igreja de S. Francisco, onde se celebrou uma missa em sufrágio pelos bombeiros e sócios falecidos. Às 11:20, teve lugar a habitual homenagem no monumento ao bombeiro, que contou com a presença de Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal.

Após a condecoração de vários elementos da corporação e de antigos presidentes da instituição, as intervenções protocolares tiveram como tónica a afirmação de que “os bombeiros são o principal eixo da Proteção Civil e de que é preciso incentivar o voluntariado, melhorar as infraestruturas e aumentar o apoio económico”, numa cerimónia que contou, além de outras individualidades, com a presença do presidente da ANEPC, e das presidentes da Liga dos Bombeiros Portugueses e Federação de Bombeiros do Distrito de Braga.

Domingos Bragança, presidente da Câmara, agradeceu “a todos os bombeiros e a todos os corpos sociais que, durante toda a história da instituição, têm vindo a proteger as vidas e bens dos vimaranenses”, e elogiou “as qualidades de disponibilidade, competência e generosidade do comandante Bento Marques, cumprimento extensível a toda à corporação”. Em seguida, referiu “as qualidades de dedicação e competência de João Pedro Castro, presidente da Direção dos Bombeiros de Guimarães, e manifestou apreço para com os bombeiros condecorados”. “Estamos muito gratos aos nossos bombeiros. Não perdemos a nossa memória e sabemos que eles estiveram sempre presentes”, disse Domingos Bragança.

O edil, após lembrar “o labor dos bombeiros durante a pandemia de Covid-19”, prometeu estar “atento às necessidades da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães”, e a corroborar o que, momentos antes, dissera o presidente da Associação Nacional de Emergência e Proteção Civil, Duarte Costa, quando “apontou a necessidade de corporações mais apoiadas e com mais e melhor formação”, chegando a falar em “Estudos Superiores de Bombeiro” ou “Academia de Bombeiros”. Domingos Bragança prometeu “estar atento às necessidades da instituição, rever o quadro de incentivos municipais aos bombeiros e apoiar a reabilitação das piscinas, que pretende ver, em 2024, de novo em funcionamento”.

João Pedro Castro agradeceu “a todos os bombeiros, associados, órgãos de comando, corpos sociais e vimaranenses por tudo o que fazem em prol da instituição, num dia de festa que também homenageou o passado”. “Quando analisamos o nosso presente, é para nós um orgulho saber que os bombeiros são considerados e valorizados pelos portugueses”, referiu. João Pedro Castro agradeceu a Domingos Bragança “todo o apoio que o Município de Guimarães presta aos seus bombeiros, e elogiou o comandante Bento Marques pelas suas qualidades e pela lealdade e sentido de responsabilidade”.

Todas as restantes intervenções tiveram como denominador comum as ideias de gratidão aos bombeiros e dignificação do seu papel, assim como a necessidade de mais apoios àqueles que foram por todos considerados como o “principal eixo” da Proteção Civil.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES