Sábado, Abril 13, 2024
23.4 C
Braga
AtualidadePolíticaBloco de Esquerda defende apoio à vida independente das pessoas com deficiência

Bloco de Esquerda defende apoio à vida independente das pessoas com deficiência

© Bloco de Esquerda

O Bloco de Esquerda reuniu com a Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga e com o seu Centro de Apoio à Vida Independente, na Póvoa de Lanhoso.

Para Bruno Maia, cabeça de lista do Bloco de Esquerda no distrito de Braga, “é fundamental promover o direito à vida independente das pessoas com deficiência”. “Garantir que todas as pessoas podem conhecer os programas eleitorais, motivo pelo qual o Bloco disponibiliza o programa em Braille e leitura fácil”, acrescenta o bloquista.

“A promoção da vida independente e o direito a ter um assistente pessoal são medidas essenciais para a autonomia e independência das pessoas com deficiência. O Centro de Apoio à Vida Independente da Póvoa de Lanhoso acompanha 50 pessoas deste concelho mas também de Braga, Amares, Terras de Bouro, Cabeceiras de Basto, Vila Verde, Famalicão, Vizela e Guimarães. Trabalha com 16 assistentes pessoais e providenciam mais de 600 horas por semana de apoio. No entanto, poderiam prestar ainda mais mais cuidados, uma vez que têm mais de 70 pessoas em espera”, reforça.

Para o cabeça de lista, “a promoção da Vida Independente é um caminho que não pode ter retrocessos e tem que ser alargado a todas as pessoas que dela necessitam. O Bloco de Esquerda tem lutado por este direito e continuaremos a a fazê-lo na próxima legislatura”.

Bruno Maia referiu também o trabalho que a Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga tem vindo a desenvolver no constante apoio às pessoas cegas no distrito, destacando que “a associação vai buscar a casa cerca de 50 utentes semanalmente, de modo a promover a sua integração e combater a solidão, algo fundamental num território disperso e com acessos de transportes públicos muito deficitários”.

“A inclusão passa também por permitir que as pessoas cegas possam conhecer as propostas políticas dos partidos. O Bloco de Esquerda disponibiliza o programa em Braille e também em leitura fácil”, finalizou Bruno Maia.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES