Basquetebol 3x3 da AAUMinho conquista prata e bronze
Terça-feira , Agosto 11 2020 Periodicidade Diária nº 2540
Principal / Desporto / Basquetebol 3×3 da AAUMinho conquista prata e bronze

Basquetebol 3×3 da AAUMinho conquista prata e bronze

A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho) conquistou a prata e o bronze no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Basquetebol de 3×3 que se realizou no Porto. Com este resultado, os minhotos garantiram a sua vaga no Europeu Universitário da modalidade que será organizado pela Universidade do Porto em 2019.

No ano em que a AAUMinho organiza o Campeonato Europeu Universitário de Futsal, na Invicta, a Universidade do Porto vai organizar o Europeu de Basquetebol 3×3.

Este CNU serviu assim de preparação e qualificação para o europeu, o qual contou com a presença de 32 equipas, 16 no masculino e 16 no feminino. A AAUMinho apresentou-se com dois conjuntos no masculino e dois no feminino.

No feminino as coisas não correram de feição às minhotas. Uma das equipas não passou da fase de grupos e a outra foi eliminada nos quartos de final pela equipa da AAUAv, que se viria a sagrar campeã nacional.

“O nível da prova estava muito elevado, quer no masculino, quer no feminino. Apesar da nossa equipa ter bastante qualidade, Aveiro estava mais forte e venceu justamente”, comentou José Carlos, treinador da AAUMinho.

No masculino, ambos os conjuntos tiveram prestações com nota elevada. Na luta pelo tão ambicionado ouro, e apesar de todo o esforço, os minhotos acabariam por soçobrar às mãos da AEISCAP (15-19). Na luta pelo bronze, as coisas correram melhor. Frente à UNova, a AAUMinho averbou uma vitória por 15-11 garantindo desta forma o último lugar do pódio.

“Fizemos uma excelente competição. Sabemos que quando se chega às finais alguém que não merece, vai sempre perder. Desta vez não conseguimos ganhar o ouro, mas trouxemos duas medalhas o que foi muito bom”, afirmou em forma de balanço o técnico dos minhotos.

Para José Carlos, o objetivo agora é “representar com todo o orgulho e vontade de vencer a nossa academia no Europeu de 2019”.