Sábado, Julho 24, 2021
15.6 C
Braga
InícioRegiãoBarcelosBarcelos: Adjudicada empreitada de recuperação da Casa Conde Vilas Boas

Barcelos: Adjudicada empreitada de recuperação da Casa Conde Vilas Boas

CM Barcelos

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou a adjudicação da empreitada de recuperação da Casa Conde Vilas Boas, pelo valor de 2.779.993,93 euros e com um prazo de execução de 18 meses.

A obra integra o conjunto dos projetos inscritos no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) – prioridade de investimento 6.5 –, programa cofinanciado pela União Europeia, que prevê uma comparticipação acima dos 2.2 milhões para este projeto.

A Casa Condes Vilas Boas é um edifício histórico, em pleno Largo do Município, que se encontra degradado, sendo objetivo do Município fazer uma intervenção com reabilitação integral, permitindo criar uma estrutura vocacionada para a memória da cidade e para a realização de eventos que possam atrair dinâmicas de outras instituições, ao mesmo tempo que é recuperada a qualidade paisagística do ambiente urbano da margem direita do rio Cávado e da Ponte Medieval.

A empreitada visa a preservação do enquadramento original, com a conservação de alguns elementos arquitetónicos, nomeadamente de fachadas, e a recuperação e reprodução fiel de alguns elementos decorativos.

O edifício setecentista, que contempla uma área de jardim significativa voltada para o Cávado, conta com uma localização privilegiada. Está próximo de um conjunto de equipamentos culturais de significativa importância, como o Museu de Olaria, a Biblioteca Municipal, o Theatro Gil Vicente, a Galeria Municipal de Arte e o futuro Centro de Expressão pela Arte, que está a nascer na Casa Ascensão Correia. A Casa Conde Vilas Boas assume-se com um elemento importante na malha de serviços culturais.

Nesse contexto, a Casa Conde Vilas vai acolher o Museu do Design Português que contará com o acervo do colecionador Paulo Parra, composto por cerca de 500 peças, que representam as maiores empresas industriais e designers do país nas áreas da cerâmica, vidro, madeira, metal, plásticos e papel.

O edifício a ser recuperado vai incluir, também, o arquivo histórico e sala de exposições.

Apoie a Braga TV

O apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS