Quarta-feira, Abril 17, 2024
12.1 C
Braga
AtualidadeÁrvores autóctones plantadas no Santuário do Bom Jesus de Braga

Árvores autóctones plantadas no Santuário do Bom Jesus de Braga

© Confraria do Bom Jesus do Monte

A Confraria do Bom Jesus de Braga assinalou, esta terça-feira, dia 21, o dia Mundial da Árvore, através de mais uma plantação de árvores autóctones. 

A plantação, realizada pelos trabalhadores da Confraria, permitiu “sensibilizar os colaboradores para a importância de plantar árvores autóctones, assim como de reforçar a proteção do meio ambiente, melhorar a qualidade do ar, reduzir o risco de incêndios, reduzir a poluição sonora, melhorar a biodiversidade e fornecer alimentos para os animais”. Por outro lado, com esta atividade, a Confraria reconhece “o esforço e dedicação destes trabalhadores que ‘vestem a camisola’ todos os dias, para que o Santuário do Bom Jesus continue a ser o pulmão de Braga e um espaço único com jardins belos e bem cuidados”. 

O presidente da Confraria, Cónego Mário Martins, referiu que “esta plantação se reveste de um significado especial, porque são os cuidadores desta paisagem cultural os responsáveis pela manutenção deste sítio Património da Humanidade. Esta ação insere-se no programa de plantação da ‘Bouça do Souto’ e da plataforma do Papa Francisco, Laudato Si, contando, neste momento, com mais de 1000 árvores plantadas, um verdadeiro e real serviço para a consciencialização de uma mais efetiva sustentabilidade e ecologia integral presente nos comportamentos humanos da Igreja, da sociedade e do mundo, salvaguardando, assim, a obra criada por Deus, trabalhada também com o contributo das nossas mãos humanas e das opções que somos chamados a fazer no nosso quotidiano”.

O Cónego afirma que “esta atuação sustentável por parte da Confraria do Bom Jesus é um forte eixo estratégico na gestão desta estância. A dimensão ambiental e ecológica do Santuário, nesta sua vertente integral, é uma prioridade, uma grande referência para a sustentabilidade que nos ocupa e preocupa, uma preocupação da Igreja, mas que também deve ser de toda a sociedade”.

“Neste sentido, o nosso objetivo é, até dia 30 de março, plantar mais 1000 árvores. Temos, por exemplo, agendada uma ação de plantação com o Corpo de Escuteiros de Nogueiró, que vai plantar cerca de 100 árvores no próximo domingo. Provavelmente, este ano só voltaremos a plantar árvores em novembro, porque a plantação deve ser realizada no Outono/Inverno ou início da Primavera, consoante os climas”, avança o presidente da Confraria.

“O projeto vai continuar, temos tido, graças ao envolvimento de todos e da própria sociedade bracarense, muitos apoios e contributos. O nosso objetivo é continuar a manter o Bom Jesus como o pulmão de Braga. Os seus 27 hectares de mata e de paisagem cultural preservam uma biodiversidade e uma riqueza natural únicas, que devemos continuar a cuidar e preservar”, finalizou.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES