Sábado, Agosto 13, 2022
16.7 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesApós uma década, Carrilhão do Santuário da Penha em Guimarães vai voltar a tocar

Após uma década, Carrilhão do Santuário da Penha em Guimarães vai voltar a tocar

© Santuário da Penha

O carrilhão do Santuário da Penha, em Guimarães, um dos maiores de Portugal, composto por 19 sinos de diferentes tamanhos e pesos, vai voltar a tocar depois de ter sido recuperado e automatizado.

A Irmandade da Penha celebra no domingo, 17 de julho, a Festa de Nossa Senhora do Carmo, a padroeira da instituição, com o brilho e a solenidade que o momento festivo reclama. Além das celebrações religiosas, a festa ficará marcada pelo toque solene do carrilhão do Santuário da Penha, que voltará a encantar depois da conclusão das obras de recuperação e restauro.

O carrilhão do Santuário da Penha silenciou-se e perdeu a sua função há quase uma década, dado o avançado estado de degradação dos cabeçalhos, suportes e badalos. Depois de uma aturada e complexa ação de reabilitação, que obrigou ao apeamento (retirada) de todos os sinos, bem como à desmontagem dos respetivos cabeçalhos e vigas, todo o conjunto foi integralmente recuperado e automatizado. A conclusão da complexa operação, mas sobretudo o regresso do toque dos sinos ao Santuário da Penha vai acontecer domingo, dia 17 de julho, na chegada da procissão de Nossa Senhora do Carmo ao Santuário.

“É uma grande alegria e um orgulho para a Irmandade que se possam voltar a ouvir os sinos da Penha. Por isso, desejamos celebrar com todos os vimaranenses a integral devolução da função a este precioso património sineiro do concelho, da região e do país na nossa maior festividade, em honra da nossa padroeira”, justifica o juiz da instituição, Roriz Mendes. O principal responsável pela Irmandade da Penha acrescenta que a conclusão das obras de restauro, que decorreram nos últimos meses, marca também “mais uma importante melhoria e valorização do nosso Santuário”.

Este ano, a festa em honra de Nossa Senhora do Carmo da Penha – Padroeira da Irmandade -, vai decorrer num figurino diferente do tradicional. Assim, a tradicional procissão entre a Gruta e o Santuário terá lugar pelas 16:30, seguindo-se a celebração da Missa Solene. Na chegada ao Santuário, será benzido o carrilhão, que entoará o Hino de Nossa Senhora da Penha. No final da eucaristia, a imagem da Senhora do Carmo será reconduzida de regresso à Gruta.

Durante a tarde, a partir das 15:00, a Irmandade oferece a toda a população um festival musical, no Largo da Comissão, com as atuações de Domingos Araújo, Ofir Show e Kika Freitas.

Na tradicional procissão incorpora-se também anualmente o jovem Tiago André. Trata-se da criança, natural de Mondim de Basto, que foi, em 18 de julho de 2002, raptado no Hospital de Guimarães, poucos dias depois de ter nascido, vindo a ser encontrado pelos responsáveis da Irmandade no Santuário da Penha. Anualmente, a Irmandade da Penha dá também cumprimento à promessa de custear os estudos do jovem.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS