Sábado, Maio 21, 2022
22.9 C
Braga
InícioBragaAgentes culturais debatem em Braga os modelos de financiamento para a cultura...

Agentes culturais debatem em Braga os modelos de financiamento para a cultura do “Portugal 2030”

© CM Braga

Os “Financiamentos para a Cultura 2030” foram debatidos hoje pelos principais agentes culturais da região, numa conferência que decorreu no Theatro Circo. O debate, promovido pelo Município de Braga, Theatro Circo e CCDR-N, teve como objetivo abordar as próximas políticas públicas que impactam o setor cultural e criativo.

Na sessão pública, que decorreu da parte da tarde, foram apresentados os resultados e conclusões dos grupos de trabalho criados e que analisaram os seguintes temas: Políticas de cidade e ecossistemas criativos; Ambiente, sustentabilidade e mediação cultural; Apoios à criação e programação cultural nos territórios; Os apoios às empresas culturais e criativas; Governação para a Cultura.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, que esteve presente nas sessões de abertura e encerramento do evento, a existência de um modelo de financiamento “estável e duradouro” é essencial para o setor da cultura e para garantir que essas mesmas dinâmicas culturais se prolongam no tempo, funcionando como “catalisadoras do desenvolvimento coletivo”.

“Esta é uma questão estrutural para o setor e uma preocupação dos poderes públicos. Este evento, que contou com o empenho e dedicação da CCDR-N, teve o mérito de juntar todos estes agentes e desenvolver um processo de co-criação para soluções de futuro, a consagrar sobretudo no quadro comunitário Portugal 2030 que está prestes a entrar em vigor, mais especificamente no Norte 2030, gerido pela CCDR-N”, afirmou o autarca, elogiando o trabalho conjunto dos agentes presentes e adiantando que espera que as propostas apresentadas venham a ter “acolhimento no futuro e que funcionem como alavanca para o desenvolvimento do setor”.

O programa incluiu ainda uma mesa-redonda dedicada ao tema “A Cultura a Norte: perspetivas 2021 – 2027”, que reuniu Conceição Carvalho, da Estrutura de Missão Recuperar Portugal, Júlio Pereira, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Américo Rodrigues, da Direcção-Geral das Artes e João Ribeiro da Silva, da Direcção Regional de Cultura do Norte. A moderação esteve a cargo de David Pontes.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS