Quarta-feira , Agosto 23 2017 Periodicidade Diária nº 1456
Principal / Freguesias / Luís Pedroso apresenta candidatura à União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade

Luís Pedroso apresenta candidatura à União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade

Decorreu na tarde deste sábado, nas Termas do Alto da Cividade, a apresentação pública da candidatura de Luís Pedroso, pela coligação “Juntos por Braga”, à União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade. Ricardo Rio, candidato à Câmara Municipal de Braga, e mais de duas centenas de pessoas estiveram presentes neste evento.

De acordo com Luís Pedoroso, “a escolha do local para acolher a apresentação desta candidatura não foi inocente”. A União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade abarca um espólio de monumentos que, agregado a um conjunto de políticas e atividades direcionadas para a valorização cultural e do património, contribuiu de forma decisiva para um aumento do número de turistas na ordem dos 35% face a 2013. Luís Pedroso e Ricardo Rio concordam que a ação municipal desenvolvida em articulação com a autarquia local contribuiu largamente para esta mudança de paradigma.

“Temos ainda que continuar a recuperação do Centro Histórico e promover a fixação de residentes. Não queremos ver o centro como há quatro anos, onde não havia segurança nem pessoas. Hoje isso mudou e é algo que tem que continuar para uma cidade que se quer afirmar moderna e cosmopolita”, afirmou Ricardo Rio.

O candidato à Câmara Municipal de Braga prosseguiu dizendo que “as freguesias do centro urbano têm um vasto património monumental e aquilo que o concelho tem para oferecer a quem o visita. Maximinos, Sé e Cividade são a porta de entrada para o Centro Histórico, pontos obrigatórios para quem se desloca para conhecer a cidade. É a zona que ‘sofre’ com os crescimentos de 35% do turismo, com as atividades no centro da zona histórica. Mas isto tem que ser visto como uma oportunidade para os moradores do Centro Histórico de Braga. São eles o nosso capital humano e que acolhe quem nos visita. Isso é muito importante para o crescimento de Braga”, frisou Ricardo Rio, que salientou que a valorização do Centro Histórico passa também pela Câmara, freguesias e agentes particulares.

Sobre o projeto para Braga, Ricardo Rio explicou que a ação municipal tem sido marcada também pelas pequenas obras. “Regenerações urbanísticas como a passagem para peões na rua do Caires. Regenerações nas pracetas ou nas Parretas. É esse o desafio da regeneração do Centro Histórico e vias. Não é avançar com obras megalómanas, mas sim olhar para o território e ver o que pode mudar a vida das pessoas”, destacou Ricardo Rio, que relembrou ainda a recuperação de espaços comerciais abandonados que se transformaram em “comércio vivo”.

As pessoas primeiro. É este o mote da candidatura liderada por Luís Pedroso. A sustentar esta premissa, o candidato à União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade não hesitou em demonstrar o trabalho feito. “Muitas foram as intervenções de âmbito social que realizámos durante este ano. Fundámos o Centro de Apoio Familiar e Social e, em apenas quatro anos, contam-se cerca de 140 famílias ajudadas, que encontram na loja social um apoio fundamental para conseguirem uma vida mais digna”, disse o candidato.

Luís Pedroso prosseguiu destacando o trabalho realizado pelo Gabinete Interdisciplinar de Apoio à Criança, que visa prestar auxílio em casos de violência doméstica, abuso sexual de crianças e de tráfico de seres humanos, e a proximidade estabelecida pela autarquia local com grupos de emigrantes que clamam por mecanismos facilitadores e de adaptação à freguesia e ao próprio concelho.

Perante uma plateia composta, Luís Pedroso elogiou o trabalho que os movimentos associativos têm concretizado na União de Freguesias ao nível desportivo, cultural e também no que respeita à participação cívica. A esse propósito, o candidato destacou a criação da Associação de moradores das Parretas, bem como a criação da Associação de moradores da Praceta Padre Sena de Freitas. “Estamos orgulhosos do que fizemos, mas o trabalho desenvolvido não pode ficar por aqui. Apresentámo-nos novamente com a máxima motivação e espírito de entrega para juntos construímos um futuro melhor, dia após dia, pelas nossas comunidades, e, principalmente, em prol das famílias”, disse Luís Pedroso, aproveitando a ocasião para pedir uma maior autonomia e responsabilidades para as freguesias urbanas. A reivindicação recebeu a aprovação de Ricardo Rio, que prevê para um futuro próximo uma maior responsabilização e reforço de poderes para as freguesias do perímetro urbano.

Acerca Braga TV

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *